Servidor da Receita Federal é alvo de operação da PF contra contrabando de cigarros

0

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (23) uma operação contra organização criminosa no contrabando de cigarros, sendo que um servidor da Receita Federal seria um dos alvos da operação ‘Free Pass’.

São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão na cidade de Naviraí a 359 quilômetros de Campo Grande. A organização segundo as investigações operava na fronteira do Paraguai e possuía articulações nos Estados do Mato Grosso do Sul e Paraná.

Publicidade

As investigações começaram após a apreensão de uma carga de cigarros contrabandeados, em Mundo Novo. Foi apurado ainda a existência de uma associação criminosa integrada por um servidor da Receita Federal lotado na Alfândega em Mundo Novo, que tinha a função de vigiar os demais colegas e informar aos contrabandistas os momentos em que estes poderiam passar pela Alfândega da Receita Federal sem serem revistados.

Nome da Operação

O nome Free Pass deve-se ao fato de que se tratava de um “passe livre” (free pass em português) aos contrabandistas integrantes do grupo criminoso.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.