PMA desmonta acampamento de pesca e apreende petrechos proibidos

    0

    Durante fiscalização ambiental no rio São João, afluente do rio Aquidauana, nas proximidades de uma chácara na tarde desta segunda-feira, dia 23 de novembro, Policiais Militares Ambientais do Posto Avançado da Cachoeira do Sossego, montado para a fiscalização na piracema, no município de Rochedo, localizaram um acampamento de pesca, que seria utilizado para pesca durante a piracema.

    No acampamento que ficava distante da margem do rio, possivelmente para não ser visto, havia barracas de lona e não havia ninguém no momento da chegada dos Policiais. Foram apreendidas no local três tarrafas, três anzóis de galho (petrechos proibidos) e sete molinetes e carretilhas com varas, além de lonas, fogareiros de duas bocas com botijão de gás, caixa térmica e uma foice.

    Publicidade

    Os proprietários dos petrechos ilegais não foram localizados e os Policiais calculam que os infratores praticariam pesca durante a piracema e podem ter sido avisados da presença da fiscalização. De qualquer forma se evitou pesca ilegal, que é o importante da fiscalização preventiva e motivo pelo qual esses Postos às margens de rios montados durante a piracema são fundamentais.

    DEIXAR UM COMENTÁRIO

    Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.