PMA autua dono de pousada por construir passarela ilegal afetando área protegida

    0

    Policiais Militares Ambientais de Bataguassu fiscalizaram uma pousada de turismo de pesca no município  e autuaram o proprietário por degradação de área protegida por lei, à margem do lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná. A equipe foi ao local segunda (29) e verificou que o empresário havia construído uma passarela de madeira na área de preservação permanente em desacordo com a autorização ambiental obtida.

    O empresário apresentou no momento da vistoria, uma Declaração Ambiental Eletrônica (AA-E), que é expedida eletronicamente pelo portal do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), para atividades de baixo impacto. A permissão dessa autorização é de até 3 (três) metros de largura na área de preservação permanente e área total de 15 m², porém, a área construída somava 142,45 m², excedendo em muito o limite de área isenta de licenciamento, com autorização expedida por meio online.

    Publicidade

    A PMA interditou as atividades e ordenou que o empresário adequasse a obra ilegal à licença obtida. O infrator (48), residente em Bataguassu, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

    DEIXAR UM COMENTÁRIO

    Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.