PMA autua assentado por exploração e armazenamento de madeira

0

Quando faziam patrulhamento ambiental terrestre na região do assentamento Indaiá III, no município, a 45 km da cidade, Policiais Militares Ambientais de Aquidauana constataram ontem (30) à tarde, que o proprietário de um lote do assentamento explorava e armazenava madeira ilegal.

Os policiais apreenderam 4 m³ de madeira da espécie aroeira, que estavam armazenados no lote do assentado já beneficiada em 240 estacas para cerca, várias delas instaladas e sem o Documento de Origem Florestal (DOF). O DOF é o documento do órgão ambiental para se ter em depósito, beneficiar ou transportar qualquer produto florestal.

Publicidade

Parte da madeira instalada na cerca.

O assentado (47), residente Aquidauana, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.200,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis a um ano de detenção. O infrator não informou de onde a madeira fora explorada, porém, o comum tem sido assentados retirarem madeira das Reservas Legais coletivas dos assentamentos.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.