Papa pede que pais ‘não condenem’ filhos homossexuais

0
Papa Francisco pede que pais acompanhem filhos e não os julguem (foto: ANSA)

papa Francisco fez uma oração para pais e filhos na audiência geral desta quarta-feira (26), ao lembrar de São José, e disse que os genitores nunca devem condenar os filhos homossexuais.

“Penso nesse momento em todas pessoas que ficam cansadas do peso da vida e não conseguem mais nem esperar nem rezar. Que São José possa ajudá-las a abrirem diálogo com Deus, para reencontrar a luz, força e ajuda. Penso nos pais com filhos doentes, também com doenças permanentes, quanta dor! Também nos pais que veem uma orientação sexual diferente nos filhos: como gerir isso, como acompanhá-los e não esconder-se em um comportamento de condenação”, disse o Pontífice.

“Nunca condenem um filho”, acrescentou ainda falando sobre os jovens que morrem por doenças ou falecem “por fazerem coisas de jovens e terminarem em acidentes de carros”. Também afirmou que devem ser acompanhados “os filhos que não vão bem na escola”.

“Não se assustem, há muita dor sim, mas pode-se rezar”, pontuou ainda.

O líder católico ainda citou um caso sobre quando era arcebispo em Buenos Aires e via “muita ternura” quando estava “andando de ônibus e passava em frente ao presídio e tinha uma fila de mães ali, que estavam ali com ternura”.

“A coragem das mães e dos pais acompanham os filhos sempre. Peçamos ao Senhor essa coragem”, destacou.

Essa não é a primeira vez que Francisco pede acolhimento das pessoas gays na Igreja Católica e nas famílias, em um posicionamento que é sempre atacado pela ala mais conservadora da instituição.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.