Naviraí: Suspeito que atirou e deixou homem tetraplégico em briga é preso

0
Fabio foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, considerando que o crime foi motivado por uma simples briga de trânsito.(Foto:Divulgação)

Fabio Robson de Oliveira foi preso pela Polícia Civil após atirar em Glaysson Neves Lissaraca Espindola, durante uma briga de trânsito em Naviraí.Glaysson sobreviveu ao ataque, no entanto ficou tetraplégico. O crime ocorreu após a virada do ano, por volta da 3h30min do dia 1º de janeiro, na Rua Emilia Zerbeth Napolitano, esquina com a Rua Niteroi, no Centro da cidade.

Depois de atirar na vítima, o suspeito fugiu sem prestar socorro em um veículo Gol. Antes da discussão e luta entre os dois, Glaysson conseguiu fotografar tanto o suspeito, quanto o veículo e placa do carro, o que contribuiu na investigação. No local da briga também foi encontrado um coldre de arma de fogo. Fabio foi procurado pelos policiais civis, mas não foi localizado. No dia seguinte, contudo, ele se apresentou com um advogado na delegacia e prestou depoimento.

Publicidade

Glaysson perdeu os movimentos dos braços e pernas em razão dos disparos sofridos.“Considerando que o fato foi grave, que ele fugiu sem prestar socorros e levando em conta que ele também não tinha o porte da arma, pedimos pela prisão preventiva que foi aceita pela justiça”, comentou o delegado Thiago Lucena, responsável pela investigação.

Fabio, inclusive, já teria se envolvido em outra ocorrência de disparo de arma de fogo. Durante a operação que resultou na prisão do suspeito, os policiais fizeram uma busca em seu comércio e na residência do atirador, onde encontraram seis munições de espingarda calibre .12. Nenhuma arma de fogo foi localizada no local.

Fabio foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado de homicídio por motivo fútil, considerando que o crime foi motivado por uma simples briga de trânsito.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.