Garoto de 14 anos morre ao ser lançado de carro durante capotagem

    0

    Um adolescente de 14 anos morreu ao ser lançado para fora do veículo que estava durante a capotagem do mesmo, na rodovia BR-163, no trecho entre Campo Grande e o município de Jaraguari.

    O acidente aconteceu nessa tarde de sexta-feira, dia 26 de fevereiro e o caso foi atendido por equipes da CCR MSVia, concessionária responsável pela rodovia. Segundo o site Campo Grande News, o garoto foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

    Publicidade

    De acordo com familiares, o jovem ajudava o pai no trabalho, no ramo alimentício, e era ele próprio quem dirigia o veículo. Não se sabe em quais circunstâncias ocorreu o acidente, apenas que o garoto foi lançado.

    Apesar do gravidade do caso, houve demora da chegada da perícia até o local, segundo reclamação das parentes da vítima. A capotagem aconteceu às 15 horas, horário confirmado pela CCR MSVia, mas a perícia teria chegado apenas três horas e meia depois.

    Enquanto aguardava a chegada dos profissionais, o corpo do menino permaneceu em meio a lama, já que na região em que ocorreu o acidente choveu no fim da tarde e começo dessa noite. O acidente será registrado pela Polícia Civil, que vai apurar os detalhes.

    Recorrente

    Essa não é a primeira vez que a demora da perícia em acidentes que resultam em morte causa reclamação. No dia 4 de fevereiro, a demora de três horas para chegar em acidente com dois óbitos na avenida Guaicurus.

    A justificativa para a demora é que há apenas uma equipe de perícia atuando em toda Campo Grande, onde já há quase um milhão de habitantes e o número de acidentes com morte ou homicídios acompanha tal crescimento – e nesses casos a presença de peritos e delegados é obrigatória para que haja o registro do caso.

    Segundo informou no começo do mês o presidente do Sinpof/MS (Sindicato dos Peritos Oficiais Forenses de Mato Grosso do Sul), Sebastião Renato da Costa Oliveira, ess única equipe é também atende Terenos e Sidrolândia, prejudica muito o serviço.

    DEIXAR UM COMENTÁRIO

    Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.