Gamer atrai jogadora de time rival e a mata a facadas em casa

0
Foto Pragmatismo Político

O gamer Guilherme Alves Costa, de 18 anos, foi preso em flagrante após assassinar a facadas, Ingrid Oliveira Bueno da Silva, 19 anos. O crime ocorreu nessa segunda-feira (22), em Pirituba, zona oeste de São Paulo. As informações são do R7.

Segundo o site, Guilherme estava em casa quando esfaqueou Ingrid diversas vezes e depois fugiu. O irmão dele, que afirmou não conhecer a vítima, chegou em casa e a viu desmaiada e ensanguentada. A Polícia Militar atendeu a ocorrência.

Publicidade

Ingrid era conhecida como Sol e integrava a equipe FBI e-Sports de Call of Duty (Cod), um jogo eletrônico de guerra. O autor do crime disse que conheceu a vítima na internet há pouco mais de um mês. Ao que tudo indica, ele fazia parte de um time adversário, o Gamers Elite.

(Ingrid foi morta a facadas pelo rival de jogo. Foto: Reprodução Pragmatismo Político)

Ainda de acordo com o portal, Guilherme filmou o corpo da jovem depois do ato e confessou o crime, aos risos. Em outra publicação, Costa afirmou que seu objetivo era divulgar um material por escrito contendo planos de executar pessoas cristãs.

“Vocês estão achando que é tinta, montagem ou algo do tipo, mas não é. Eu realmente matei ela, entendeu?”, afirma o autor do crime na publicação.

Planejado

Na delegacia, Guilherme afirmou que o assassinato teria sido planejado previamente. Ele afirmou que escreveu um livro detalhando o crime — de objetivos até a motivação —, porém, estes dois pontos não foram detalhados no boletim. O livro foi anexado ao inquérito e agora passará por análise.

Familiares de Ingrid disseram que não sabiam sobre a relação dela com o estudante, que teve o celular apreendido. A polícia solicitou exames periciais, entre eles, do corpo da vítima.

Pelas redes sociais, o ‘Gamers Elite’ afirmou em nota que não tem relação alguma com o crime.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.